28 outubro 2015

Nova moda - Tatuagens do Sacrifício

Olá doces,
Já esta semana fiz um post sobre tatuagens (capilares), e hoje volto novamente o assunto, desta vez para falar sobre as "Tatuagens do sacrifício".
 
Não sei se já ouviram falar das "Tatuagens do Sacrifício", mas segundo parece - e ao contrário das tradicionais tatuagens feitas com ajuda de uma agulha e tinta - para conseguir este tipo de tatuagem é necessário cortar e queimar a pele, até se ficar com o formato de desenho que se pretende. Alguns fãs desta técnica afirmam que envolve menos dor do que a tradicional,  mas há países a proibirem a sua utilização, uma vez que  pode causar danos, já que uma ferida aberta origina frequentemente à infeções e doenças graves.
 
Eu não sou fã das tatuagens tradicionais e definitivas, pelo exagero de muitas delas e por não ser fácil eliminá-las da pele. Mas este  novo tipo de tatuagens  é bem pior, é horroroso, extremamente inestético e pode levar a  infeções graves, que para mim são meras cicatrizes, que podem ou não ser facilmente retiradas da pele. Eu detesto, mas respeito quem gosta, por isso deixo uma alerta para o maior perigo que estas representam para a nossa saúde, relativamente ao método tradicional.

O que vocês acham das "Tatuagens do Sacrifício"?
Usariam?
Tatuagem do sacrificio
Tatuagem do sacrificio
Tatuagem do sacrificio
Tatuagem do sacrificio
Tatuagem do sacrificio
Deixem os vossos comentários
Beijinhos

4 comentários:

  1. Eu não usaria tatuagens normais por ser algo muito definitivo..Mas estas...Credo! Tem que gostar mesmo de dor, a aparência é terrível!
    Beijinhos querida,
    http://themarielement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho, são horríveis
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Cruzes. Eu tenho três normais e não fazia nada dessas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim estas são demais
      Beijinhos

      Eliminar